Audiência da Globo cai e chega ao menor índice em três anos

Os deslizes na audiência da Globo têm sido noticiados com certa frequência nas últimas semanas. Jornal Hoje, Vídeo Show e Amor e Sexo são alguns programas que perderam para a Record na Grande SP ou no cenário nacional.
O problema, no entanto, não parece ser pontual ou passageiro, embora também não seja uma ameaça à liderança da emissora. De acordo com a coluna Ricardo Feltrin, do UOL, embora novembro termine apenas nesta sexta, ele será o pior mês da Globo no Ibope desde dezembro de 2015 no país. 
Na Grande SP, por exemplo, a emissora fecha o mês com 12,4 pontos de média no Painel Nacional de Televisão (PNT) nas 24 horas do dia e deve ficar com 15,1 pontos na faixa entre 7h e 0h. Este último índice é o mais baixo dos últimos 35 meses --cada ponto vale por cerca de 240 mil domicílios no PNT.
Ainda de acordo com a coluna, em novembro, das 7h à 0h, a emissora vai ficar com o menor share (% de participação no universo de TVs ligadas) no PNT neste século: 33,5% (ou seja, cerca de 3,3 de cada 10 TVs ligadas sintonizando a emissora). Apenas para comparação, 16 anos atrás, ela chegava a registrar 60%. 
A Globo, no entanto, ainda tem uma grande vantagem em pontos ou share de mais de 50% sobre a Record ou o SBT, mas já promove algumas mudanças. O diretor Mariano Boni, que era do jornalismo, por exemplo, passou a cuidar também de programas como Vídeo Show, Encontro, Conversa Com Bial, Bem Estar e Amor e Sexo.
PNT, 24 horas do dia (cada ponto = 240 mil domicílios)
Globo - 12,4
SBT - 5,6
Record - 5,6
Band - 1,1
RedeTV - 0,6
PNT, das 7h à 0h
Globo - 15,1
Record - 7,3
SBT - 6,6
Band - 1,4
RedeTV - 0,7
Grande SP , 24 horas do dia (cada ponto = 72 mil domicílios)
Globo - 12,1
SBT - 6,5
Record - 6,0
Band - 1,6 
RedeTV - 0,8
Grande SP , das 7h à 0h
Globo - 14,6
Record - 7,7
SBT - 7,3
Band - 2,0
RedeTV - 0,8
* Até dia 27 de novembro
Fonte: Dados mensurados pela Kantar Ibope Media e obtidos pela coluna Ricardo Feltrin por terceiros; por contrato, a Kantar não pode preparar ou divulgar  informações comparativas entre seus clientes.
 (FOLHAPRESS)

Comentários