País deixará de ser fonte de renda de ditaduras, diz Bolsonaro

Após a ditadura comunista cubana abandonar o "Mais Médicos" por não aceitar as condições do presidente eleito, Jair Bolsonaro, para acabar com a escravidão moderna dos médicos daquele país no Brasil, o novo presidente postou em sua conta no Twitter, que o Brasil deveria deixar de ser paraíso de criminosos e fonte de renda de ditaduras desumanas para dar lugar a um país em que o brasileiro e as pessoas de bem sejam a maior prioridade do novo governo. 
Por Blog da Beatriz Marks.

Comentários