Stan Lee, criador do Homem-Aranha, morre aos 95 anos

Segundo informações do TMZ, Stan Lee, o homem que co-criou o icônico personagem Homem-Aranha, e morreu hoje (12) aos 95 anos de idade. A informação foi confirmada pela filha dele ao site.

De acordo com a publicação, uma ambulância foi vista nos arredores da casa do quadrinista em Hollywood Hills na manhã de hoje e ele foi levado às pressas para o Cedars-Sinai Medical Center, onde veio a falecer. Lee vinha sofrendo de várias doenças ao longo do último ano, como uma grave pneumonia e problemas de visão.

Em fevereiro deste ano, ele já havia sido internado às pressas com falta de ar e alteração nos batimentos cardíacos. O quadrinista já vinha desacelerado o ritmo de trabalho nos últimos anos devido a idade, mas ainda mantinha uma programação incrivelmente ativa, fazendo aparições nos filmes do Marvel Studios e participando de alguns eventos.

Apesar da idade avançada, Stan também criou polêmica ao se envolver em casos de assédio sexual. Em janeiro, ele foi acusado de ter assediado jovens enfermeiras que trabalharam em sua casa. Entre as situações relatadas pelas profissionais, "toques indesejáveis e não consensuais" e insinuações de cunho sexual.
No mesmo mês, uma massagista de um hotel em Chicago afirmou o que quadrinista se masturbou na frente dela. Ele teria exigido sexo e ao ouvir um não da moça, teria começado a praticar o ato. Ele negou veementemente todas as acusações.  
Stan foi por anos uma das mentes criativas por trás da Marvel Comics trazendo quadrinhos como Quarteto Fantástico, Homem-Aranha, Pantera Negra, O Incrível Hulk, X-Men, Homem de Ferro e Os Vingadores.

Comentários