Traficante preso com drogas e armas tenta subornar delegado com R$ 6 mil apreendidos em Araioses

Nas primeiras horas de segunda-feira (19), a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia da Araioses, com o apoio operacional de PMs locais e de Água Doce, deflagrou a operação “Narcos” de combate ao tráfico de drogas, com cumprimento de mandado de busca e apreensão. 

O alvo foi a residência de Francélio Carlos da Silva Santos, conhecido como “Topete”, de 27 anos.

Ele já vinha sendo investigado meses pela prática do crime de tráfico. A deflagração da operação foi antecipada em virtude de informações de que na manhã de domingo (18), o mesmo teria receptado uma arma de fogo subtraída das dependências do Bradesco de Araioses, na quinta-feira (15), durante o plantão policial.

Além de Francélio Santos, foi presa também sua companheira Simone Vieira Alves da Silva, de 34 anos.

Na residência foram apreendidos:

. Uma Geladeira Eletrolux

. Uma TV Samsung preta, 50 polegadas

. Um smartphone Samsung J7 prime, branco e rosa

. Um smartphone Motorola, Moto G, azul

. Um smartphone Sony Xperia, preto

. Um smartphone Samsung J2 prime, rosa

. Um celular LG, preto

. Uma Motocicleta XTZ, placa NIW 3058, cor preta

. Aproximadamente 680 gramas de maconha prensada em dois tabletes grandes e também em pequenas porções.

. Aproximadamente 420 gramas de crack em três grandes pedras e outras de tamanho médio

. Aproximadamente 35 gramas de cocaína em três pedras de tamanho médio e uma pequena

. 193 gramas pedras de crack, embalados individualmente em sacos plásticos

. 96 pinos (embalagem para acondicionar cocaína)

. Uma de balança de precisão, marca XTRAD

. Uma munição calibre 32 (intacta)

. Três  Relógios, sendo 01 Tecnos cromado, 01 Lince dourado e 01 Champion dourado

. Um Revólver, calibre 38, Rossi, Furtado do Bradesco

. Um Revólver, calibre 32

. Três pacotes de sacos plásticos (apetrechos para embalagem de droga)

. Duas caixas de lâminas Wilkinson Sword (apetrechos para cortar de droga)

. R$ 6.022,00 em espécie

Simone foi autuada pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico. “Topete” vai responder pelos crime de tráfico e associação para o tráfico, posse irregular de arma de fogo, receptação e corrupção ativa. 

No momento, da prisão o traficante e receptador tentou subornar o delegado titular da Delegacia de Araioses ao propor-lhe que ficasse com o dinheiro apreendido na casa e não efetuasse as prisões.

As investigações acerca do furto ocorrido no Bradesco seguirão à cargo da delegacia especializada, com o apoio da Delegacia de Araioses.

Os presos serão transferidos para alguma das unidades prisionais do Estado, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.
Por Blog do Gilberto Lima.

Comentários