Eduardo Costa chama de 'mimimi' comoção por cachorro morto no Carrefour

O cantor Eduardo Costa voltou a polemizar nas redes sociais após comentário ácido sobre o caso do cachorro morto com requintes de crueldade no Carrefour de Osasco, em São Paulo.
No instagram, ele atribuiu a comoção geral a "mimimi" e ironizou a revolta das pessoas com a atitude do segurança do hipermercado enquanto "fecham os olhos para os 60 mil homicídios por ano no Brasil".
"E o Brasil??? E que comece o mi.mim.mim", disse na legenda da publicação que, momentos depois, foi apagada, mas foi tempo suficiente para que internautas registrassem e divulgassem, cobrando um pedido de desculpas.


COMENTÁRIO INFELIZ?
Eduardo Costa não foi a única celebridade a se envolver na polêmica do cachorro no Carrefour. O youtuber Whindersson Nunes saiu em defesa do hipermercado e foi malhado por internautas. Ele chegou, inclusive, a rebater as críticas e afirmou que teria 'se expressado mal' sobre a morte do cãozinho.
BRIGA COM GLOBAL
Recentemente Eduardo e a atriz Fernanda Lima se envolveram em uma baita briga após a apresentadora fazer um discurso contra o presidente eleito Jair Bolsonaro, durante o programa “Amor & Sexo”, na edição de 6 de novembro.
Nas redes sociais, o cantor afirmou que "Bolsonaro não está sozinho" e que "o Brasil vai sabotar a senhora se Deus quiser": "Mais de 60 milhões de brasileiros votaram no Bolsonaro e agora essa imbecil com esse discurso de esquerda! Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pelo lado mais fraco, e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que essa senhora só faz programa pra maconheiro, pra bandido, pra esquerdista derrotado e pra esses projetos de artistas assim como ela?", disse Costa.
Por  www.diarioonline.com.br

Comentários