Mulher recebe 'punição' de marido presidiário após suposta traição

Uma sequência de vídeos que circulam nas redes sociais mostram uma mulher tendo a cabeça e as sobrancelhas raspadas por três pessoas (a quarta gravava o vídeo). No vídeo, os envolvidos afirmam que se trata de uma “punição” após a mulher, supostamente, trair o marido, que é presidiário.
Ela inicialmente tem as mãos amarradas por um homem, enquanto outro segura os cabelos de forma desengonçada e começa a cortá-los com uma tesoura pequena. A todo momento, a mulher diz em prantos que não traiu o marido e que o rapaz, que afirmam ser o amante, seria um amigo.
Os rapazes que fazem o serviço a mando do presidiário raspam as sobrancelhas da moça, que pede várias vezes para não ser machucada. “Ninguém vai te machucar, fica na tua. Aprende a respeitar os outros porque ninguém tá te brincadeira ali dentro (...) Isso é pra tu nunca mais tirar com cara de ladrão”, diz um. “O cara tá mil grau por causa dessas palhaçadas (...) Fez isso só porque o cara tá lá dentro, é? O cara é conhecido aqui fora”, diz outro.
O último vídeo mostra a cabeça da moça completamente raspada e pedindo por um transporte para voltar para casa ou uma camisa para enrolar na cabeça; o pedido é negado e eles afirmam que ela só deve sair depois deles.
Um dos envolvidos aproveita para pegar o celular da mulher que teria fotos e vídeos mostrando ela com a terceira pessoa. Eles, então, a obrigam a falar para a câmera o motivo da ‘punição’: “Fala a verdade. O que tu tava fazendo com teu marido? Olha pra câmera! Por que aconteceu isso contigo?”. E ela responde, “tava traindo o meu marido”.
(DOL)

Comentários