Em Bragança população ameaça entrar em delegacia e matar adolescente que violentou e matou criança de três anos

Um grande grupo de moradores da cidade de  Bragança no Estado do Pará ameaça invadir a delegacia de polícia do município para fazer justiça com as próprias mãos. Revoltados contra o assassinato da garotinha Kaylla Gabriela da Silva Corrêa, de apenas três anos, que foi violentada e morta pelo adolescente, de 16 anos, que estaria detido no local, aguardando ser transferido.

O crime ocorreu no primeiro dia de 2019 e o adolescente confessou o crime à Polícia Civil. Disse que estava usando drogas em um terreno próximo à casa dos pais de Kaylla. Assim que a menina passou pelo local, em companhia de mais duas crianças, ele a violentou sexualmente e enterrou a criança.

O corpo de Kaylla foi achado, enrolado em uma toalha, enterrada no fundo da casa. As mãos e os pés estavam presos com fita isolante e a cabeça toda coberta com uma fita durex. A criança, segundo os peritos do IML, tinha marcas de estrangulamento, hematomas na parte do peito e sinais de estupro.

Os pais e os familiares não se conformam com a extrema violência. Por isso, muitos moradores querem invadir a delegacia.

Segundo informações da Polícia Civil o adolescente já foi transferido e está à disposição da justiça.
Por blog do Neto Weba.

Comentários