Enterrados em São Luís corpos de jovens vítimas de triplo assassinato

O corpo de Gildean Castro Silva, de 14 anos, está sendo velado na manhã deste sábado (5) no bairro Coquilho, situado zona rural de São Luís. Já os corpos de Gustavo Feitosa Monroe, 18, e Joanderson da Silva Diniz,17, foram enterrados nesta manhã no cemitério que fica localizado na própria comunidade do Coquilho. Eles foram encontrados mortos na sexta-feira (4) em uma região de mato no bairro Coquilho, onde moravam.
Bastante comovidos, parentes e amigos acompanharam o sepultamento Gustavo Feitosa e de Joanderson da Silva que ocorreu simultaneamente no Cemitério do Coquilho, na capital. O sepultamento do corpo de Gildean Castro Silva, que está sendo velado na residência de sua família, será realizado nesta tarde e está marcado para às 15h.

Triplo assassinato

Os jovens Gildean Castro Silva, Gustavo Feitosa Monroe e Joanderson da Silva Diniz foram assassinados em uma região de mato no bairro Coquilho, zona rural de São Luís. A princípio, segundo a polícia, todos foram mortos por arma de fogo com tiros na nuca. A primeira suspeita é de que vigilantes de uma área de construção da região teriam cometido o crime.
Segundo familiares, eles foram vistos pela última vez na manhã de quinta-feira (3) em uma área de construção de casas do programa habitacional “Minha Casa, Minha Vida” que está sendo realizado na região.
População incendeia ônibus após triplo assassinato de jovens em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante
Após os seus corpos terem sido encontrados no final da manhã desta sexta moradores se revoltaram e incendiaram dois ônibus que fazem o transporte dos funcionários das construtoras da obra. Além disso, pessoas da comunidade de Coquilho ainda incendiaram o setor administrativo dos condomínios, quebraram portas, janelas e pias das casas que estão sendo construídas no local.
Por G1Ma

Comentários