Fátima Bernardes conta que namoro a ajudou a relaxar após separação

A apresentadora Fátima Bernardes, 56, diz que se tornou uma pessoa mais leve com a ajuda do namorado Túlio Gadelha, 31, em entrevista concedida para a colunista Marina Caruso, do jornal O Globo. A jornalista ainda conta porque decidiu aprender a nadar, e revela como mudou sua forma de lidar com a exposição das redes sociais.

Fátima diz que não passou por momentos fáceis ao ver se separando de William Bonner, com quem foi casada por 26 anos. “Com a separação vivi um baque, né? Mesmo que seja de comum acordo, sempre dói”, afirmou.

Quando se viu solteira, com os filhos crescidos e o programa “Encontro com Fátima” (Globo) em alta, Fátima começou a aprender a relaxar. “Foi o ano que mais me dediquei a mim. Aumentei as aulas de dança e topei o desafio de encarar a natação, um bloqueio. Floresci, olhei para as redes sociais, para meus fãs”, afirmou.

Fátima disse que caiu a sua ficha de que deveria aprender a nadar quando uma senhora de 80 anos disse durante o “Encontro” que nunca seria teria para “aprender a andar de bicicleta ou a nadar”. A apresentadora literalmente mergulhou nesse objetivo. Ela fez 70 aulas de natação desde março do ano passado e agora já consegue respirar dentro da água.

“Sabe fraldão? Aquele biquíni que vai enchendo de areia? Era eu na praia”, brincou ao longo da entrevista.

A jornalista afirma que a terapia e o convívio com Túlio, com quem conversa muito, a ajudou a ser uma pessoa mais leve. Fátima é virgiana, com ascendente e virgem. Quando revela seu signo, ela diz que ouve: “Coitada, está explicado. Mas melhorei. Tenho voado mais desde que comecei a namorar o Túlio, e o ‘mindfulness’ [tipo de meditação] me ajuda a ver que não tenho controle”, afirmou a jornalista.

Toda sexta-feira, Fátima voa para Recife para ver o Túlio. “Agora, vamos triangular com Brasília, nos dividir como der. Durante a campanha foi mais difícil…”, revelou a apresentadora. Antes de namorar ela disse que trocou mensagens por mais de 40 dias com ele, foi ao cinema, a uma exposição. “Depois disso ele falou ‘acho que está na hora de eu ir para o Rio”, conta Fátima.

No entanto, ela não escapou dos colegas jornalistas. Os dois resolveram ir ao cinema e, no dia seguinte, o casal já era notícia. “Uma amiga disse: vou ter mesmo que descobrir seu namoro pela Globo.com?”, disse Fátima, que hoje aprendeu a não ligar para isso. “Se quisermos comer cachorro-quente de rua, a gente come”, afirma a jornalista.
Por Folha Press.

Comentários