FORAM LIBERADOS suspeitos de assassinar funcionários da CEMAR

A polícia já conseguiu identificar os dois assassinos dos funcionários de uma empresa terceirizada da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), na manhã desta terça-feira (15), no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar. João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva foram executados a tiros dentro do carro da empresa, no momento em que faziam anotações em pranchetas.

De acordo com informações do delegado Lúcio Reis, Superintendente de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), os executores são Pablo Martins Silva, o “D’Menor”, de 18 anos, e o comparsa dele identificado apenas como “Chacal”. Os dois já estiveram presos várias vezes. “D’Menor” já cometeu dois crimes de homicídio antes de chegar à maioridade.

O delegado acredita que os dois criminosos serão presos nesta quarta-feira (16). Os dois amigos dos criminosos, conduzidos à sede da SHPP no fim da tarde, foram ouvidos e liberados durante a noite, pois não ficou comprovada a participação deles no crime.

Os trabalhadores realizavam ações de corte de energia desde a segunda-feira (14). Momentos antes de serem mortos, eles teriam feito corte na residência de uma ex-sogra de “D'Menor”. Ao tomar conhecimento, o bandido, com a ajuda do comparsa, decidiu matar os dois trabalhadores. Todos os disparos foram feitos “D'Menor”.

Velório
O corpo de Francivaldo Carvalho da Silva está sendo velado em uma Igreja da Assembleia de Deus, no Jardim Tropical 2, em São José de Ribamar. João Victor Melo está sendo velado no bairro Aurora, em São Luís.

Francivaldo Silva era solteiro e estava na empresa terceirizada desde 2014. De acordo com informações do chefe imediato dele, o funcionário nunca havia relatado ameaças durante a execução de cortes.

João Victor Melo também era solteiro e estava na empresa desde setembro de 2018. Ele era de outra terceirizada e foi absorvido pela empresa atual..
Com informações do blog do Gilberto Lima.

Comentários

Postar um comentário