Bruna Marquezine inicia viagem missionária na África

Jovens assassinados a tiros serão velados em um barracão da comunidade Mato Grosso, em São Luís

Os três rapazes mortos a tiros em uma área de matagal nas proximidades de um residencial do Minha Casa, Minha Vida, no povoado Mato Grosso, na zona rural de São Luís, serão velados no barracão de um pequeno clube na comunidade.

Eles foram identificados como Gustavo Feitosa Monroe, de 18 anos, Joanderson da Silva Diniz, de 17 anos, e Gildean Castro Silva, 14 anos.  Os corpos ainda estão no Instituto Médico Legal (IML).

Familiares e amigos clamam por justiça, pois os jovens não tinham antecedentes criminais. Logo após o achado dos corpos, moradores da localidade atearam fogo em ônibus e máquinas da obra. O clima é de revolta na comunidade.

O sepultamento será realizado por volta de 10h da manhã deste sábado (5) em um cemitério da própria comunidade e deverá ser marcado por protestos.

Os suspeitos de assassinar os três rapazes são vigilantes de uma empresa contratada pela Construtora K2 Engenharia, responsável pela construção de um residencial do Minha Casa, Minha Vida. Eles já teriam sido ouvidos na Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP).

Policiais militares estão na área do residencial para conter a revolta de moradores.
Por blog do Gilberto Lima.

Comentários