Militante antivacina morre de gripe H1N1

Bre Payton, uma escritora norte-americana defensora do movimento antivacinação, morreu na última sexta-feira (28) em San Diego, Califórnia, Estados Unidos, após contrair a gripe H1N1. Ela tinha 26 anos.

A conservadora Payton tornou-se rapidamente famosa após virar comentarista de destaque, fazendo aparições regulares na Fox News, Fox Business Channel e One America News Network, ou OANN.

"Bre iluminou a vida de todos ao seu redor", dizia seu obituário. "Ela era alegre, trabalhadora e compassiva, e deixa para trás amigos e colegas para os quais ela trouxe nada além de doçura e luz."

Payton foi encontrada "sem resposta e mal respirando" na quinta-feira, de acordo com uma página da CaringBridge.org compartilhada no Twitter pelo editor do Federalista, Ben Domenech.

Após uma tomografia computadorizada e um extenso teste, ela foi diagnosticada com a gripe H1N1 e meningite.

(Com informações da CNN)

Comentários