Mulher conta que foi abusada cerca de 20 vezes por João de Deus

A partir de registros que fez em um diário entre 2009 e 2010, uma mulher elencou cerca de 20 abusos que sofreu de João de Deus no período, durante atendimentos na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO). Ela contou sobre as violências em depoimento ao Ministério Público de Goiás e em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, exibida em reportagem que foi ao ar no domingo (23).
Na época das violências relatadas, ela tinha 20 anos. O diário escrito pela jovem revela que era comum que o médium desse presentes para seduzir as vítimas. Ao Ministério Público, ela contou sobre um dos abusos: “Ele ficava com o pênis dele passando no meu ventre. Colocava no meio das minhas nádegas”. Na época, ela desenvolveu um quadro de depressão e começou a perder peso. “Eu pensava: não é possível que isso não vai ter fim”, contou. 
O diário foi entregue para o Ministério Público e se junta a uma série de provas entregues por mulheres que acusam o médium de violência sexual, como passagens aéreas e presentes do médium. De acordo com o órgão, cerca de 70 vítimas já prestaram depoimento.
 claudia.abril.com.br

Comentários