Vendedor que filmou Damares Alves em shopping é demitido

Thiago Amorim, o rapaz que viralizou a filmagem da ministra Damares Alves em um shopping de Brasília, foi demitido da loja onde trabalhava, na região central de Brasília.

Através das redes sociais, o vendedor afirmou que foi desligado do quadro de funcionários da empresa, mas destacou: “a luta continuará”. Em entrevista ao Correio Braziliense, ele disse que foi demitido no último sábado (12) ainda pela manhã.

“Quando entrei na loja pela manhã, ela [a proprietária] já estava me esperando para assinar a carta de demissão. Foi uma censura. Em momento algum, ela [a ministra] foi tratada mal”.
O VÍDEO

A polêmica toda começou no último dia 4 de janeiro quando a Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos foi questionada pelo vendedor da loja se ela era “menino ou menina” - a ministra usava uma blusa cor azul.

Damares é conhecida por um viral protagonizado por ela - que também a transformou em memes - após afirmar que, no atual governo de Jair Bolsonaro, chega “uma nova era no Brasil: menino veste azul e menina, rosa”.

(Com informações do Correio Braziliense)

Comentários