Bandido que matou delegado federal no Maranhão é condenado a 32 anos

O assassino Davi Costa Martins, vulgo Olhão, (foto abaixo) foi condenado pela 2ª Vara Criminal da Justiça federal, sob o comando do juiz federal Magno Linhares, a 32 anos e seis meses de prisão. De acordo com a decisão, a condenação será em regime fechado.

O comparsa de Davi Costa Martins no mesmo crime, o bandido Wanderson de Morais Baldez também foi condenado a 31 anos e dez meses de prisão em regime fechado. A dupla encontra-se em Pedrinhas tem oito meses.
O condenado matou o delegado da Polícia Federal, David Aragão, em 5 de maio de 2018 quando a autoridade policial participava de uma festa familiar, no Araçagy, aniversário da filha menor.
Naquele dia, três bandidos invadiram a residência e o delegado foi proteger a casa e os familiares dos assaltantes quando acabou sendo atingido por facadas e tiros disparados por Olhão.

Comentários