Boechat pulou do helicóptero e estendeu a mão, relata testemunha


Uma testemunha que presenciou a queda do helicóptero informou à RecordTV que viu o momento em que o passageiro pulou da aeronave e ainda tentou pedir ajuda no acidente nesta segunda-feira (11/02), na avenida Anhanguera, em São Paulo. Além do jornalista, o piloto Ronaldo Quattrucci morreu. As informações são do R7.

Segundo a mulher, que estava na garupa da motocicleta do marido, a aeronave vinha reto, parecia que ia pousar.
“Eu vi uma pessoa do lado direito do helicóptero, quando já estava prestes a pousar, pulando. Foi na hora que a carreta veio, chocou com helicóptero, que rodou e despedaçou. Foi nessa hora que caiu em cima da pessoa que pulou”, diz a testemunha à reportagem.
A mulher acha que o jornalista teria sobrevivido, porque ainda teria erguido o braço quando estava no chão.
No entanto, o pedaço do helicóptero em chamas caiu em cima dele, o que teria o matado.
Boechat e o Quattrucci viajavam de Campinas com destino o heliponto da TV Bandeirantes, na região do Morumbi, zona sul da capital.
No entanto, o piloto tentou pousar na rodovia e acabou chocando com o caminhão.
A Polícia Civil investiga o que teria acontecido com a aeronave para fazer o pouso na rodovia.
    Reprodução
Confira na íntegra a nota de pesar do Grupo Bandeirantes
É com profunda consternação que o Grupo Bandeirantes de Comunicação lamenta o súbito falecimento do jornalista Ricardo Boechat, hoje em São Paulo.
Além de um profissional muitíssimo conceituado, premiado e admirado, o Brasil perde um  grande homem, pai de seis filhos, avô e  amado esposo.
A toda sua família, e à família do piloto Ronaldo Quatrucci, transmitimos mais uma vez nossos sentimentos.
Estamos todos, funcionários e colaboradores, muito tristes e abalados com esta trágica notícia.
Agradecemos as inúmeras mensagens de carinho, tanto dos telespectadores e ouvintes quanto de emissoras e veículos da imprensa nacional e internacional
“O jornalismo e o Brasil perderam hoje uma referência insubstituível. E nós, do Grupo Band, perdemos um amigo e profissional que jamais esqueceremos”, lamenta João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Comentários