Filha Encontra Celular, Mas Pai Continua Desaparecido Em Brumadinho

Sebastião, desaparecido em Brumadinho, e a filha Giselle — Foto: Giselle Santana/Arquivo pessoal

A busca de Giselle Santana, de 22 anos, pelo pai, Sebastião Divino Santana, de 58 anos, ganhou um capítulo improvável desde terça-feira (29): ela recuperou o celular do pai intacto. Seu Sebastião, no entanto, segue desaparecido depois do rompimento da barragem da Vale na ultima sexta (25).

Ele é um dos mais de 250 não encontrados, segundo dados da Defesa Civil de Minas Gerais.

Giselle explica que, quando estava no espaço do Conhecimento, dentro da UPA de Brumadinho, conheceu uma mulher que se prontificou a ajudá-la. Ao aceitar, Giselle, ansiosa por notícias, não imaginava que a resposta viria tão rápido.

“Em questão de 20 minutos, através de alguém da Vale que conhecia essa mulher, descobri que o crachá da Vale e o cartão do CPF estavam dentro do caminhão. E o caminhão dele não tem barro”, disse Giselle.

Segundo ela, o amigo da mulher que a ajudou quebrou o vidro do caminhão usado por Sebastião para buscar o celular. O veículo estava na portaria da Vale.

Celular de Sebastião Santana foi encontrado — Foto: Henrique Coelho/G1

Celular de Sebastião Santana foi encontrado — Foto: Henrique Coelho/G1

Almoço

O refeitório foi o ponto mais atingido pelo rompimento da barragem, e um colega de Sebastião disse a Giselle que seu pai estava indo almoçar. Porém, há um detalhe que deixa uma interrogação na cabeça de Giselle.

Comentários