Veterinário assalta clínica usando ratazana morta

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, na semana passada, um veterinário acusado de assaltar a ex-clínica do qual era proprietário usando uma ratazana morta suja com catchup para entrar no estabelecimento, localizado em Campo Grande, na Zona Oeste. As informações são do jornal Extra.
Segundo os policiais, Leandro Valverde da Silva, 43, o roubo aconteceu em agosto do ano passado, pouco depois de o próprio Leandro vender a clínica. O motivo teria sido a insatisfação do veterinário com o valor acordado.
Funcionários que estavam no momento do assalto relataram ao Extra que, para conseguir entrar na clínica, um comparsa de Leandro chegou com uma ratazana morta no colo, envolta em um pano manchado com catchup, e pediu socorro dizendo se tratar de um cachorro ferido.
Quando a porta foi aberta, o comparsa colocou uma touca ninja e sacou uma arma. Em seguida, Leandro entrou no estabelecimento, também com uma touca ninja, e levou equipamentos, celulares, computadores, câmeras de segurança e HDs externos.
Conforme apurou o Extra, funcionários reconheceram a voz do ex-patrão. Além disso, Leandro deixou cair seu celular durante a fuga. No aparelho, os policiais encontraram dados dos procedimentos que o veterinário faria nos dias seguintes ao roubo.
Após ser identificado, a Justiça decretou a prisão temporária de Leandro.

Comentários