Ciclone pode causar morte e destruição no Brasil; confira as áreas que podem ser atingidas


Especialistas alegam que a melhor coisa a se fazer para enfrentar um ciclone é fugir para bem longe; e é isto que muitas pessoas decidiram fazer depois que o Inmet – Instituto Nacional de Meteorologia, emitiu um alerta.
Nesta sexta-feira (22), o Instituto informou que há riscos de formação de um sistema de baixa pressão atmosférica, somado ao aumento da temperatura das águas do Oceano Atlântico, resultar em um ciclone tropical. Ele atingiria principalmente o sul da Bahia e também a região norte do Espírito Santo.
A previsão para a costa capixaba é que o vento fique acima dos 100km/h e as ondas atinjam 4 metros. As pessoas devem evitar até mesmo ir à praia, porque isto pode ser perigoso nas próximas horas.
Na Bahia também há grande risco e as rajadas chegaram a 90km/h, além da chuva que pode cair. O alerta vale até a segunda-feira. Este sistema de formação de ciclones pode ser que ocorra em alto-mar, mas pode acabar se aproximando muito da costa brasileira.
A Marinha já avisou que todos os praticantes de esportes náuticos, assim como embarcações de esporte, recreio e até mesmo de pesca não deverão navegar até que tudo se acalme.
Quem mora bem próximo ao mar deverá ficar atento ao tempo todo durante este final de semana, inclusive de madrugada; e ao menor sinal de perigo precisará sair de casa imediatamente. Algumas pessoas preferiram já sair antes que o pior aconteça, como forma de precaução.
E não foi descartada a possibilidade de que os fortes ventos atinjam a costa do Rio de Janeiro, por isso é bom tomar cuidado, caso esteja pensando em ir à praia neste final de semana.

Comentários