Jovem faz POST ameaçando escola e é preso em Manaus

Polícia diz que italiano foi morto com 15 golpes de facão em Paço do Lumiar; corpo foi encontrado em rio

A Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) investiga o assassinato do italiano Carmelo Mário Calabrese, de 65 anos, que foi encontrado morto no rio Tibiri em São Luís. De acordo com as primeiras investigações, ele teria sido morto com pelo menos 15 golpes de facão.


Os exames do Instituto Médico Legal (IML) ainda não foi divulgado. A principal linha de investigação da polícia é que o italiano tenha sido vítima de latrocínio, já que a casa onde ele vivia estava com roupas e objetos espalhados. Peritos do Instituto de Criminalística encontraram na casa dele, um rastro de sangue do banheiro até a garagem onde estava o carro dele, que também está desaparecido.

“A residência da vítima ela foi toda remexida, como se estivessem procurando alguma coisa e alguns aparelhos eletroeletrônicos teriam sido subtraídos. Então, há possibilidade de ter ocorrido um latrocínio, entretanto, a gente não descarta outras possibilidades que serão analisadas no transcorrer do inquérito policial que já foi instaurado aqui na SHPP”, explicou o delegado Jeffrey Furtado.
 
Carmelo Calabrese já havia mandado capinar o quintal da casa onde morava com objetivo de vender. Ele havia revelado aos vizinhos que queria se mudar, já que tinha sido assaltado três vezes. O italiano morava há 25 anos no Brasil e não tinha parentes aqui.

A SHPP acionou a Polícia Federal (PF) para saber mais detalhes de como vivia o italiano. Após o reconhecimento do corpo, a família de Carmelo foi informada sobre o crime e o traslado do corpo está sendo realizado pelo Consulado da Itália do Brasil, que fica em Pernambuco.

O corpo de Carmelo continua na sede do IML à espera da chegada dos parentes que deverão levar o corpo de volta para a Itália. Além disso, a polícia da Itália já entrou em contato com as autoridades maranhenses para saber mais detalhes sobre o crime.

O desaparecimento e morte do italiano

O italiano Carmelo Mário Calabrese, de 65 anos, desapareceu na última quinta-feira (7) no bairro Alto Laranjal, em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís. Nesta segunda-feira (11), o corpo dele foi encontrado sem identificação na sede do Instituto Médico Legal (IML) em São Luís.

Segundo a polícia, ele foi achado na sexta-feira (8) por pescadores boiando no rio Tibiri, na capital. O corpo do Carmelo Calabrese foi identificado por amigos e vizinhos. As primeiras investigações encontraram marcas de sangue no banheiro da casa onde ele vivia e toda a área foi isolada.
Por blog do Gilberto Lima.

Comentários