Cuidadora é presa após abusar sexualmente de paciente com paralisia

Uma enfemeira foi presa na manhã desta quarta-feira(10), na cidade de Ceilândia no Distrito Federal, após ser denunciada por seu paciente, pela prática de abuso sexual.
De acordo com informações do próprio paciente que sofre de esclerose lateral amiotrófica (ELA) – é uma doença que afeta o sistema nervoso e acarreta paralisia motora irreversível, de maneira limitante, a cuidadora ja vinha abusando dele há um bom tempo,
A denúncia só pôde ser feita pela vítima, após receber um computador para se comunicar com os parentes. Dai a casa caiu pára a cuidadora tarada, que foi de imediato presa apos os parentes do paciente acionarem a polícia.
De acordo com o delegado, a cuidadora fazia sexo oral no paciente, beijava e colocava a mão dele nas partes íntimas dela. Durante o inquérito, foram ouvidos a esposa da vítima, o filho deles e a enfermeira, que trabalhava na casa desde 2015. O paciente tem 54 anos. Já a enfermeira tem 36 anos.
Se a cuidadora for condenada ao final do processo, pode continuar presa por um período entre 8 e 15 anos.

Comentários